WIKI – LOCAIS

O mundo de Hydaelyn ainda é envolto de mistérios e muitas de suas áreas ainda não foram descobertas. Segundo a geografia do planeta, existem três grandes massas de terra, além dos milhares de arquipélagos e pequenas porções de terra que compõem o planeta.

 

 

OS TRÊS GRANDES CONTINENTES

Situado no hemisfério norte e se prologando da região polar até o equador, os três grandes continentes são compostos por Aldenard no lado oeste, Ildabard localizado no meio e Othard, no leste. Reza a lenda que três irmãos viviam juntos mas, tinham inveja das terras férteis e belas que Aldenard, o irmão mais novo, possuía. Por conta disso, os três se separaram, cada um tomando um dos continentes, que acabou recebendo o nome deles.

 

CONTINENTE DE ALDENARD

O menor e mais belo dos três continentes, ele fica localizado do lado oeste dos três grandes continentes. Juntamente com Vylbrand e as Cieldalaes, suas terras foram o reino de Eorzea. O continente é composto de várias áreas, entre elas as florestas do The Black Shroud, os desertos de Thanalan, as terras altas de Coerthas, a ilha de Vylbrand e as terras de La Noscea, as montanhas de Dravania e Gyr Abania, sendo essa última área tomada pelo império, sendo separada do resto do continente muro de Baelsar.

 

LA NOSCEA

As terras de La Noscea estão presentes da ilha Vylbrand, banhada pelo mar Rhotano.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes: 

Limsa Lominsa, Middle La Noscea, Lower La Noscea, Eastern La Noscea, Western La Noscea, Upper La Noscea, Outer La Noscea e Wolf’s Den.

 

THE BLACK SHROUD

Também conhecida como Floresta dos Doze, a Black Shroud é viva e comandada pelos elementos.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Gridania, The Central Shroud, The East Shroud, The South Shroud e North Shroud.

 

THANALAN

Os desertos que compõe Thanalan ocupam boa parte da área sul do continente.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Ul’dah, Central Thanalan, Northern Thanalan, Eastern Thanalan, Southern Thanalan e Western Thanalan.

 

COERTHAS

Antes um local com grandes planícies verdejantes, agora a calamidade tornou o local um campo esbranquiçado por conta da neve.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Ishgard, Coerthas Central Highlands, Coerthas Westhern Hihglands.

 

DRAVANIA

A selvagem área de Dravania é povoada por dragões e é um local pouco habitado em Eorzea.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Idyllshire, Dravania Hinterlands, Dravania Forelands e Churning Mists.

 

ABALATHIA

A grande cadeia de montanhas de Abalathia’s Spine é conhecida pelas ilhas flutuantes que ficam acima do local.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Sea of Clouds e Azys Lla.

 

GYR ABANIA

Separada do resto do continente pelo Muro de Baelsar, Gyr Abania esteve separada por mais de 20 anos, após ter sua cidade estado dominada pelo império Garleano.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Ala Mhigo, The Fringes, Rhalgr’s Reach, The Peacks e The Lochs.

 

CONTINENTE DE ILSABARD

Posicionado em meio à Aldenard e Othard, Ilsabard é conhecido por temperaturas extremas e seu clima imprevisível. Sua população aprendeu desde a antiguidade à racionar seus recursos para sobreviver fortes tempestades durante o verão e aos mares congelados durante o inverno. Mas tudo mudou quando a pequena nação do norte, Garlemald, mudou tudo com a revolução Magitek.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Garlemald.

 

CONTINENTE DE OTHARD

Othard é o continente ao leste, tendo estilo oriental. O arquipélago de Hingashi faz parte do continente. A raça dos Au Ra é originária do continente e ele, assim como Ilsabard, está sob domínio do império Garleano.

 

Você pode conferir abaixo as localidades importantes:

Kugane, Doma, Yanxia, Azim Steppe, The Ruby Sea, Hingashi e The Burn.

 


 

THAVNAIR

Ao sul de Ilsabard fica o grande mar chamado de Bounty, ou em português, recompensa. A abundante vida marítima e a localização privilegiada em meio aos três grandes continentes fez com que as civilizações desse mar triunfarem. A maior porção de terra é Thavnair, onde a cidade de Radz-at-Han se encontra.

 

Essa cidade é o local de origem da alquimia moderna e via um acordo de independência feito com o império permitiu que eles continuassem o comércio com outros locais, sendo esse acordo somente uma desculpa para mascarar o comércio entre Eorzea e Garlemald, já que essas transações foram paralisadas após a falha invasão do reino.

 


 

MERACYDIA

Muito ao sul dos três grandes continentes está a segunda grande massa de Hydaelyn, Meracydia. A cinco milênios o império Allagan tentou dominar o local, mas não por muito tempo. Muitas áreas ainda são inabitadas e as que foram repopuladas se mantém reclusas, sem contato com o exterior. É por essa razão que ainda hoje não se sabe nada sobre o clima, a geografia e a fauna do local.

 


 

THE NORTHERN EMPTY (O VAZIO DO NORTE)

Após Abalathia’s Spine, seguindo pela costa de Farreach e seguindo o mar Bloodbrine fica o Vazio do Norte, uma grande porção de água, lar de vários arquipélagos. A primeira dela e mais distante é o arquipélago Aerslaent, que significa “primeira terra”, é o lar dos Lobos do Mar, tribo dos Roegadyn. Dizem que foram eles que povoaram e construíram Limsa Lominsa.

 

O arquipélago ao oeste é onde Old Sharlayan se encontra. As ilhas de de Hann e Yorn também fazem parte desse arquipélago, mas pouco se sabe sobre essas ilhas.

 


 

THE SOUTHERN SEAS (OS MARES DO SUL)

Os mares ao sul de Eorzea são repletas de pequenas ilhas, de uma delas até acredita-se ser o lar dos ancestrais dos Lalafells. A proximidade com a linha do equador abençoou essas ilhas com um clima bom, que permite a pesca e o cultivo. Dizem que as magias arcanas surgiram desse arquipélago.

 


 

THE NEW WORLD (NOVO MUNDO)

A última das três grandes massas de terra, o novo mundo foi documentado em antigos pergaminhos e até mesmo esquecido na história. Poucos pesquisadores e estudiosos tentaram provar sua veracidade mas, a falta de informações e provas fez com que muitos desistissem. Até que o grande explorador de Limsa Lominsa, Ketenramm, o Azul, após viajar por dois meses sentido oeste, reencontrou o local.

 

Ainda não se sabe muito, além do fato de que a tribo dos Mamool Ja é originária de lá.