SIGHTSEEING LOG: HEAVENSWARD

O Sightseeing Log é um mini game onde você deve procurar locais específicos das paisagens, estando nesse local em um clima e horário específico e usando um determinado emoticon. No Heavenward você agora terá mais 62 paisagens para encontrar.

 

REQUISITOS

Ter acesso a todos os mapas do Heavensward.

Ter feito a quest A Sight to Behold, para liberar o Sightseeing Log.

PARA DESBLOQUEAR
Jogadores devem fazer a quest A Sight to Behold, e fala com o NPC Kester Ironheart em The Dravanian Forelands – Chocobo Forest – Tailfeather (X:32, Y:23).

 

COMO DESBLOQUEAR AS PAISAGENS

 

Dentro da aba de Logs você poderá encontrar a Sightseeing Log. Na tela você poderá ver as dicas de onde fica o local e emoticon deve ser usado na vista.

 

 

Diferentemente do Sightseeing Log do A Realm Reborn, esse novo te mostra exatamente onde fica o local, exibindo uma esfera de luz. Cabe ao jogador agora encontrar somente o emotion do local.

 

 

 


 

LISTA DE SIGHTSEEING LOG

 

Iremos abaixo mostrar a lista das vistas e a coordenada, mas, para evitar perder a diversão, indicamos que você tente descobrir como chegar no local. Caso prefira, clique no nosso guia em vídeo para ver exatamente como subir.

 

PAISAGEM LOCALIZAÇÃO E CONDIÇÕES
001 – FALCON’S NEST

Local: Coerthas Western Highlands – Riversmeet – Falcon’s Nest (X:32, Y:36.2, Z:2.4)
Emoticon: /lookout


De uma origem humilde como um punhado de barracas amontoadas nas montanhas à oeste de Coerthas, a aldeia de Falcon’s Nest cresceu e prosperou até que a calamidade chegou e trouxe o véu da morte do frio do inverno. Seu nome é derivado dos falcoeiros que vivem por lá, defendendo a sua casa nas montanhas da ameaça Dravânica.

002 – CAMP RIVERSMEET

Local: Coerthas Western Highlands – Twinpools – The Watcher (X:20.8, Y:23.1, Z:1.7)
Emoticon: /lookout


Outrora um posto militar avançado crucial para as forças Ishgardianas, este local estratégico onde as águas de Swiftrun e Coerthas se encontram é o lar de um solitário fragmento de aetheryte que foi abandonado nos anos que seguiram a Calamidade.

003 – THE DREAMING DRAGON

Local: Coerthas Western Highlands – Twinpools – The Dreaming Dragon (X:10.3, Y:18.0, Z:1.7)
Emoticon: /lookout


Dizem que o que parece ser uma ilha flutuando em meio às águas congeladas de Ashpool já foi um dragão um dia─colocado para dormir pelas magias do Conselho Divino até que as cinzas encobrissem seu corpo e seus membros se tornassem pedra.

004 –  THE DUSK VIGIL

Local: Coerthas Western Highlands – Twinpools – Dusk Vigil (Landmark) (X:20.1, Y:6.6, Z:0.9)
Emoticon: /lookout


A Calamidade não foi bondosa com essa torre de vigia que um dia já pareceu imponente, de onde Ser Yuhelmeric e os corajosos cavaleiros da Casa Durendaire já permaneceram em vigia contra a Horda sempre à espreita. Desde que suas paredes caíram e o frio a invadiu, a torre passou a ser habitada por todos os tipos de feras e só os deuses sabem o que mais.

005 – GORGAGNE MILLS

Local: Coerthas Western Highlands – Riversmeet – Lancegate (X:31.6, Y:4.8, Z:1.3)
Emoticon: /lookout


Ser Gorgagne era um valente cavaleiro e porta-bandeira da Casa Durendaire, até o fatídico dia em que o herdeiro dessa casa desapareceu de vista enquanto estava sob seus cuidados, nunca mais sendo visto. Devastado pela perca do menino e pela sua própria falha, ele abandonou sua espada e construiu esta fazenda, onde viveu discretamente pelo resto de sua vida.

006 – HEMLOCK

Local: Coerthas Western Highlands – Riversmeet – Hemlock (X:36.2, Y:19.2, Z:1.6)
Emoticon: /lookout


Outrora uma agitada vila, lar dos lenhadores que ganhavam a vida nos planaltos ocidentais de Coerthas, este assentamento ─ nomeado graças à flora verdejante única da região ─ foi abandonado com a chegada do frio e permanecesse sendo uma cidade fantasma até hoje.

007 – THE BED OF BONES

Local: Coerthas Western Highlands – Red Rim  (X:20.5, Y:36.4, Z:1.8)
Emoticon: /lookout


Ainda precisa ser confirmado se, como dizem as histórias, os yetis preferem dormir em cima de camas improvisadas feitas com os restos de suas vítimas─o motivo disso, em sua maioria, é porque os naturalistas mais proeminentes têm relutado em fazer a pesquisa de campo necessária para afirmas estes fatos.

008 – LOTH AST GNATH

Local: The Dravanian Forelands – Loth ast Gnath  (X:27.4, Y:36.3, Z:1.7)
Emoticon: /lookout


Construídos com uma mistura viscosa de argila Dravaniana e saliva, os ninhos dos Gnath são surpreendentemente estáveis, capazes de suportar os árduos elementos de Dravanian Forelands. Acredita-se que a fumaça que é liberada das estruturas parecidas com colinas seja um tipo de incenso com um aroma que, por razões desconhecidas, mantém os dragões invasores longe dali.

009 – ANYX MINOR

Local: The Dravanian Forelands – Avalonia Fallen – Anyx Minor (X:12.0, Y:39.4, Z:1.0)
Emoticon: /lookout


As ruínas de uma outrora imponente cidade. A posição oficial do Conselho Divino é de que aqui era um assentamento de hereges, levado à ruína por Halone por meio de uma intervenção divina, porém os estudiosos discordam da precisão histórica deste interpretação.

010 – ANYX TRINE

Local: The Dravanian Forelands – Avalonia Fallen – Anyx Trine (X:16.5, Y:23.3, Z:5.6)
Emoticon: /lookout


Três torres peculiares pois aparentam ter sido construídas para abrigar tanto homens quanto dragões, uma singularidade arquitetônica que parece confirmar a posição do Conselho Divino que diz que foram bruxas hereges que as ergueram para se abrigar junto de seus cônjuges dragões.

011 – THE HUNDRED THROES

Local: The Dravanian Forelands – Sohm Al Foothills – The Iron Feast (X:29.6, Y:6.1, Z:2.4)
Emoticon: /lookout


O rio turbulento praticamente engoliu estas antigas ruínas localizadas na base de Sohm Al que agora servem como ninho para diversos tipos de bestas que procuram alimento em suas águas e para os dragões que procuram alimento nessas bestas.

012 – HALO

Local: The Dravanian Forelands – Mourn – Halo (X:8, Y:6)
Emoticon: /pray


Este lugar que já foi um antigo altar está localizado nas profundezas flamejantes do Mourn. Outrora decorado com estátuas retratando uma garota e um dragão, apenas a estátua do dragão permanece intacta nos dias atuais. Olhe para cima além da estrutura e a base do pico flutuante de Sohm Al poderá ser vista.

013 – TAILFEATHER

Local: The Dravanian Forelands – Chocobo Forest – Tailfeather (X:33.9, Y:23.5, Z:1.4)
Emoticon: /lookout


Fundado por caçadores que atravessaram as fronteiras com a esperança de capturar os chocobos selvagens da floresta, este assentamento e aqueles que o chamam de lar estão protegidos dos olhos dos dragões pelas copas das majestosas caelumtrees que se erguem acima do lugar.

014 – SOHM AL

Local: The Dravanian Forelands – Mourn  (X:11.5, Y:13.5, Z:6.6)
Emoticon: /lookout


De todos os grandes picos que formam a Abalathia’s Spine, nenhum é mais alto do que Sohm Al, o ponto mais alto de toda Eorzea. Os dragões a consideram uma terra sagrada e viajam até aqui quando sentem que suas vidas estão chegando ao fim. Formado não só por pedras mas também por cristais sólidos, a enorme montanha flutuando sobre o chão é uma maravilhosa vista a ser contemplada.

015 – MOGHOME

Local: The Churning Mists – Sohm Al Summit – Moghome (X:29.4, Y:35.1, Z:0.2)
Emoticon: /lookout


Um assentamento curiosamente localizado no topo de Sohm Al, o pico mais alto de toda Eorzea, no coração do domínio dos dragões. Que pacto poderiam os moogles ter feito com o grande dragão Hraesvelgr que permitisse a eles viver aqui em paz?

016 – THE AERY

Local: The Churning Mists – Ohl Tahn – Easton Eyes (X:29.2, Y:13.0, Z:3.0)
Emoticon: /lookout


Tempestades aethéricas perversas encobrem o lar de Nidhogg, mantendo distantes todos aqueles que se atrevam a perturbar o sono do grande dragão─seja esse de anos ou séculos.

017 – THARL OOM KHASH

Local: The Churning Mists – Ohl Tahn – Tharl Oom Khash (X:18.6, Y:6.4, Z:3.6)
Emoticon: /lookout


Uma antiga estrutura cujas partes foram consumidas por cristais, seu nome significa “o cristal do remorso” na língua dos dragões. Julgando pela grande massa de cristalização, postula-se que uma entidade portadora de um poder aethérico capaz de rivalizar com os sete grandes dragões teve sua vida ceifada aqui…

018 – ZENITH

Local: The Churning Mists – Four Arms – Zenith (X:7.8, Y:27.0, Z:5.4)
Emoticon: /lookout


Um forte majestoso no domínio de Hraesvelgr’s, vigiado, a pedido do grande dragão, pelos moogles que moram em Churning Mists. Apesar dos anos─centenas deles─o terem desgastado, ele ainda permanece forte e imponente, acelerando o coração de todos que o olham.

019 – THE LOST LANDLORD

Local: The Churning Mists – Greensward – The Lost Landlord (X:17.6, Y:37.2, Z:0.5)
Emoticon: /pray


Este colosso se localiza em uma ilha em Greensward. Seu nome foi dado pelos moogles, que acreditam que ele seja uma estátua do “rei daqueles que moram na terra,” apesar de não haver registros que clarifiquem a identidade deste indivíduo ou que mostrem que ele realmente já tenha pisado neste reino.

020 – THE HOUSE OF LETTERS

Local: The Churning Mists – Landlord Colony – The House of Letters (X:35.1, Y:20.4, Z:1.3)
Emoticon: /lookout


Acredita-se que esta torre milenar, na qual apenas suas ruínas restam, tenha sido construída pelas mãos de homens e dragões nos dias que precedem a guerra. Até hoje, mesmo em seu estado de ruína, é possível distinguir as letras gravadas em suas paredes, isso fez com que os moogles dessem o nome ao qual este lugar é comumente conhecido (A Casa das Letras).

021 – THE ROOKERY

Local: The Churning Mists – Ohl Tahn – The Rookery (X:23.2, Y:18.6, Z:1.5)
Emoticon: /lookout


Como contam os moogles, o lugar conhecido como Rookery um dia já foi um agitado aeroporto onde viajantes iam e vinham nas costas de wyverns treinados. Nos dias atuais a estrutura ainda existe, mas os únicos dragões à vista são os lacaios perversos de Nidhogg.

022 – CAMP CLOUDTOP

Local: The Sea of Clouds – Cloudtop – The Rosehouse (X:15.2, Y:37.7, Z:1.0)
Emoticon: /lookout


Um posto avançado comandado pelos Rose Knights da Casa Haillenarte cujo trabalho é manter sentinela contra as incursões Dravanianas que possam surgir das ilhas flutuantes presentes no local. Aqui também encontra-se o Protector, um poderoso airship que muito ajudaria os Ishgardianos em sua batalha contra a Horda se fosse reparado completamente.

023 – THE NIDIFICE

Local: The Sea of Clouds – Voor Sian Siran – The Nidifice (X:37.2, Y:40.1, Z:1.6)
Emoticon: /doze


Um ninho de grandes aves migratórias que viajam do Oriente Próximo à Eorzea e vice versa em busca de climas mais quentes. É aqui que elas colocam seus ovos, cuidam de suas proles e as ensinam a voar antes de recomeçar sua jornada.

024 – VOOR SIAN SIRAN

Local: The Sea of Clouds – Vundu Ok’ Bendu  (X:39.9, Y:21.8, Z:2.8)
Emoticon: /lookout


Um manancial formado pela umidade acumulada na atmosfera que foi solidificada pelo poder dos cristais de água. Dizem que o cavaleiro que descobriu estas águas etéreas contou a história para um menestrel viajante, o qual declarou que lá era o paraíso lendário de Voor Sian Siran. Porém, essa afirmação é encarada com certo ceticismo devido à inclinação do menestrel em florear as coisas.

025 – MOK OOGL ISLAND

Local: The Sea of Clouds – The Gauntlet – Mok Oogl Island (X:13.0, Y:8.9, Z:2.1)
Emoticon: /lookout


Uma ilha cujo nome, na língua dos Vanu Vanu, se traduz para “um barulho que vem do alto.” Na ilha pode-se encontrar um monumento gravado com uma marca de design dos moogles, mas não há sinal algum das criaturas em si, o que torna a origem do objeto um mistério.

026 – HALL OF THE FALLEN PLUME

Local: The Sea of Clouds – Ok’ Vundu Mok – Hall of the Fallen Plume (X:18.4, Y:27.0, Z:5.5)
Emoticon: /lookout


Dentre os locais mais sagrados dos Vanu Vanu, dizem que aqui é o lugar onde uma única pena do Bismarck, senhor das nuvens, caiu na superfície. Nos últimos anos, o ancião da violenta tribo conhecida como Vundu tomou o local e o tornou seu trono, de onde ele governa com mãos de ferro.

027 – OK’ VUNDU VANA

Local: The Sea of Clouds – Ok’ Vundu Vana  (X:25.0, Y:23.9, Z:0.7)
Emoticon: /lookout


Traduzida grosseiramente como “grande lar dos Vundu,” esta vila é lar da tribo agressiva de Vanu Vanus conhecida como Vundu. Extremamente orgulhosos, os Vundu acreditam que as vozes daqueles que vivem mais perto do céu serão claramente ouvidas pelo senhor das nuvens.

028 – HENGR’S CRUCIBLE

Local: The Sea of Clouds – Ok’ Vundu Vana – Hengr’s Crucible (X:38.0, Y:11.7, Z:2.0)
Emoticon: /lookout


Esta ilha de formato peculiar, flutuando no extremo leste do Sea of Clouds, recebe seu nome em referência à bruxa Hengr, uma figura presente nos contos de fadas Coerthanos, pois seu formato lembra o caldeirão da mesma. Nos últmos anos, o local se tornou um ponto de encontro para os toco tocos, pássaros notoriamente territoriais.

029 – THE ARKHITEKTON

Local: The Dravanian Hinterlands – The Makers’ Quarter – The Arkhitekton (X:40.1, Y:21.8, Z:1.9)
Emoticon: /lookout


Outrora lar dos mestres Sharlayanos que aqui dentro desenvolviam aetherytes, esta oficina agora é lar dos Illuminati, um bando sórdido de goblins que utilizam as tecnologias antigas do lugar para fins abomináveis.

030 – THE ANSWERING QUARTER

Local: The Dravanian Hinterlands – The Answering Quarter  (X:17.9, Y:23.2, Z:0.4)
Emoticon: /lookout


Este assentamento Sharlayano se estende pelas margens ocidentais do rio Thaliak. Lar do Arboreto de Santa Mocianne e um centro de educação e atividades acadêmicas, ele nos faz lembrar das cidades cultas que aqui floresceram no passado.

031 – THE CENOTAPH

Local: The Dravanian Hinterlands – The Ruling Quarter – The Tipped Ewer (X:22.1, Y:27.6, Z:1.7)
Emoticon: /lookout


Um enorme monólito erguido em tributo aos grandes estudiosos que por aqui passaram, deixando o conhecimento que moldou o reino. Os nomes de centenas de homens cultos estão gravados na poderosa pedra juntamente com o lema de Sharlayan: “O Conhecimento Não Pertence a Homem Algum.”

032 – THE TIPPED EWER

Local: The Dravanian Hinterlands – The Ruling Quarter – The Path of Conviction (X:10.1, Y:35.9, Z:1.1)
Emoticon: /lookout


O local onde a neve que derrete no fluxo de Abalathia’s Spine emerge de sua fonte e desce a montanha, formando incontáveis afluentes que ao se juntarem formam o poderoso Rio Thaliak. Dizem que o local recebe esse nome em referência à divindade que dá nome ao rio e ao jarro que derrama as águas do conhecimento.

033 – GREAT GUBAL LIBRARY

Local: The Dravanian Hinterlands – The Ruling Quarter – The Great Gubal Library (Landmark) (X:28.8, Y:37.8, Z:3.6)
Emoticon: /lookout


Uma imensa biblioteca construída pelos Sharlayanos para abrigar a riqueza de conhecimento adquirida por eles em suas viagens pelo reino. Apesar da maioria dos tomos que um dia preencheram suas estantes terem sido levados de volta à cidade natal com o êxodo, dizem que textos proibidos ainda permanecem nos cofres selados em seus confins.

034 – THE ORN WILD

Local: The Dravanian Hinterlands – The Makers’ Quarter  (X:32.7, Y:11.9, Z:0.9)
Emoticon: /lookout


Uma floresta primitiva que se estende na parte norte do Interior de Dravania, sua vegetação rica é mantida pelas águas puras do rio Thaliak. Quase intocada pela mão dos homens, suas matas são um obstáculo para aqueles que desejam chegar em Sharlayan sem ter que encarar uma caminhada pelas orlas dravanianas.

035 – SAINT MOCIANNE ARBORETUM

Local: The Dravanian Hinterlands – The Answering Quarter – Saint Mocianne’s Arboretum (Landmark) (X:13.0, Y:21.6, Z:1.5)
Emoticon: /lookout


Este jardim botânico construído pelos Sharlayanos já foi lar da fauna e flora coletada por todo o reino, os estudos aqui realizados trouxeram várias descobertas sobre o mundo natural. Infelizmente, ele foi abandonado no êxodo, e a vida abundante contida aqui dentro foi deixada livre para crescer descontroladamente.

036 – THE GRATION

Local: Azys Lla – The Habisphere  (X:39.2, Y:17.0, Z:6.8)
Emoticon: /lookout


Navio almirante da VIª Legião do Império Garleano, do mesmo modelo da Agrius. No momento permanece aterrissada, seus mecanismos de celureum foram selados por gelo aethérico pelas mão da Shiva, Senhora das Geadas.

037 – THE FRACTAL CONTINUUM

Local: Azys Lla – Gamma Quadrant – The Fractal Continuum (Landmark) (X:33.4, Y:35.6, Z:8.2)
Emoticon: /lookout


Um poderoso navio de guerra que foi transformado em museu com a intenção de preservar por toda a eternidade os preciosos artefatos da história milenar do Império Allagan. Contendo desde ferramentas do dia a dia até tecnologias militares avançadas, os objetos aqui dentro são um testamento da força e prosperidade insuperável desta civilização extinta.

038 – ANTITHESIS

Local: Azys Lla – Delta Quadrant – Antithesis (X:6.0, Y:30.6, Z:6.0)
Emoticon: /lookout


Lar de Tiamat, um dos grandes dragões da primeira linhagem de Midgardsormr’s, derrotada e aprisionada pelos Allagans. Até hoje ela ainda lamenta por sua decisão fatídica de ter invocado seu irmão Bahamut na forma de um primal para ajudá-la em um momento de dificuldade.

039 – AETHEROCHEMICAL RESEARCH FACILITY

Local: Azys Lla – The Flagship – Aetherochemical Research Facility (Landmark) (X:10.9, Y:35.6, Z:5.8)
Emoticon: /lookout


Um antigo centro Allagan de pesquisas, aqui eram conduzidos estudos sobre como conter dragões e dominar os primais.As cobaias de seus experimentos falhos vagam por seus corredores há muito tempo abandonados.

040 – HELIX

Local: Azys Lla – Alpha Quadrant – Helix (X:6.1, Y:9.9, Z:7.0)
Emoticon: /lookout


Um gigantesco lugar semelhante a um porto localizado em maio aos destroços de Azys Lla. Como dito pelo Nódulo Guia, era um dos poucos territórios imperiais grande o suficiente para abrigar os cascos de contenção do tipo Ragnarok. Ao que parece, os anéis de ancoragem que restaram são apenas uma pequena parcela dos que podiam ser encontrados aqui no passado.

041 – QUARANTINE BLOCK

Local: Azys Lla – Alpha Quadrant – Quarantine Block (X:9.4, Y:21.5, Z:7.1)
Emoticon: /lookout


Esta pequena ilha que flutua em um canto solitário de Azys Lla serviu como uma área de isolamento para criações quiméricas que falharam em atingir os parâmetros de segurança estabelecidos. Registros históricos indicam que a instalação foi criada para ser um centro de pesquisa para cruzamentos agrícolas avançados.

042 – RECOMBINATION LABS

Local: Azys Lla – Beta Quadrant – Recombination Labs (X:30.4, Y:11.4, Z:6.9)
Emoticon: /lookout


Este centro de pesquisa Allagan deu à luz a uma quantidade incalculável de criações quiméricas. Apesar do sistema de guia assegurar que o bom comportamento das criaturas nascidas aqui seja─pelo menos até certo ponto─ garantido, os visitantes recentes provavelmente se depararão com certas dúvidas quanto a isso.

043 – THE PIKE

Local: Coerthas Western Highlands – Riversmeet – The Pike (X:32.6, Y:28.2, Z:1.4)
Emoticon: /rally


Uma escultura monumental de pedra feita com base nas feições de Haldrath, o primeiro Azure Dragoon. O pedreiro Percelle devotou trinta de seus últimos anos esculpindo a obra, e ela permaneceu intacta por mais de 150 anos. Até hoje não é possível encontrar um tributo a um dos fundadores de Ishgard tão fervoroso quanto este.

044 – BLACK IRON BRIDGE

Local: Coerthas Western Highlands – Riversmeet – Black Iron Bridge (X:29.9, Y:23.7, Z:1.5)
Emoticon: /lookout


Este testamento da habilidade dos artesãos da Casa Dzemael liga a rota principal que se estende da capital até o Dusk Vigil. Apesar de ter sido construída praticamente somente com pedra sólida, a ponte tem esse nome devido às correntes de metal suspensas feitas de ferro negro imunes à temperatura altíssima do sopro dos dragões.

045 – DRAGONSPIT

Local: Coerthas Western Highlands – Twinpools – Dragonspit (X:9, Y:10)
Emoticon: /lookout


Dragonspit (Saliva de Dragão) recebe esse nome pois dizem que suas águas são escaldantes como o sopro de um dragão, tais fontes termais estão localizadas entre os penhascos próximos às Montanhas de Ardósia. A fauna local sempre foi atraída pelo calor das termas naturais e com o advento do longo inverno esse número aumentou ainda mais. As fontes esfumaçantes são frequentadas também pelos cavaleiros Ishgardianos, que as enaltecem devido às suas supostas capacidades curativas.

046 – THE SLATE MOUNTAINS

Local: Coerthas Western Highlands – Twinpools – Slate Mountains (X:12.7, Y:8.2, Z:0.8)
Emoticon: /me


Estas montanhas localizadas nas fronteiras de Ishgard eram valorizadas como um local de mineração devido à ardósia de qualidade excepcional encontrada aqui. Três anos atrás, os cavaleiros da Casa Dzemael tentaram erguer uma fortaleza Ishgardiana nos penhascos, enfurecendo o dragão Cuelebre e seus seguidores. Resquícios dessa batalha feroz ainda podem ser encontrados em meio aos penhascos, incapazes de se decompor na altitude gélida.

047 – WHILOM RIVER

Local: The Dravanian Forelands – Chocobo Forest – Whilom River (X:23.4, Y:39.4, Z:0.2)
Emoticon: /lookout


Quando questionados sobre a origem do nome do lugar, os caçadores locais geralmente dizem que enquanto o curso do rio é tranquilo atualmente, outrora suas águas já foram pintadas de escarlate com o sangue dos Dravanianos e seus inimigos. Aqueles que fraternizam com os dragões se recusam a aceitar essa interpretação, afirmando que na verdade o rio é um símbolo da passagem do tempo desde a triste separação que dividiu os caminhos entre homens e dragões..

048 – LOTH AST VATH

Local: The Dravanian Forelands – The Smoldering Wastes – Loth ast Vath (X:24.2, Y:18.8, Z:1.2)
Emoticon: /lookout


Exilados da colônia principal, uma minoria de Gnaths conhecidos como Nonmind construíram Loth ast Vast para ser um santuário para outros exilados. A palavra “Vath” é depreciativa na língua Gnáthica, se referindo àqueles que não podem mais conectar seus pensamentos com os da Overmind. Diferentemente de seus irmãos Onemind, os Vath possuem personalidades individuais e aprendem a conviver com os pensamentos diferentes de cada um aqui nessa colônia improvisada.

049 – THE HISSING COBBLES

Local: The Dravanian Forelands – Chocobo Forest – The Hissing Cobbles (X:34.3, Y:15.8, Z:1.3)
Emoticon: /lookout


Os fragmentos que sobraram de uma rodovia esquecida, os Hissing Cobbles foram moldados pelo inexorável passar do tempo, seus blocos de pedra precisamente alinhados se transformando em terra e poeira. Os caçadores de Tailfeather deram esse nome ao local (Os Calhaus Sibilantes) devido ao barulho irritante que as botas fazem quando deslizam no cascalho.

050 – THE DANNEROAD

Local: The Dravanian Forelands – Avalonia Fallen – The Danneroad (X:18.6, Y:32.6, Z:0.7)
Emoticon: /lookout


Esta estrada que leva a Anyx Trine era originalmente chamada de Dran Ern, que se traduz grosseiramente para “o caminho dos homens e dragões.” Devido á pronúncia difícil, a estrada passou a ser conhecida como Danneroad com o passar do tempo, e seu significado profundo foi esquecido por todos com exceção dos Dravanianos.

051 – STATUE OF THE UNSUNG

Local: The Churning Mists – Eil Tohm  (X:33.8, Y:32.5, Z:2.6)
Emoticon:  /pray


Uma solitária estátua de um dragão nos cantos a sudoeste de Churning Mists. Apesar de ser difícil dizer as circunstâncias que levaram à sua criação, a base da escultura carrega uma inscrição desgastada com uma escrita antiga que diz: “junto das memórias de tuas heroicas asas de safira.”

052 – LANDLORD COLONY

Local: The Churning Mists – Landlord Colony  (X:37.3, Y:14.4, Z:2.8)
Emoticon: /lookout


As inúmeras moradias aqui mostram evidências de um grande dano, provavelmente resultado da fúria de Nidhogg em reação à traição dos homens. Os moogles dizem que as ruínas já foram o lar dos “senhores das terras baixas,” porém, a história dos mesmos foi perdida com a fúria do grande dragão.

053 – THE OLD FATHER

Local: The Churning Mists – Ohl Tahn  (X:14.7, Y:25.0, Z:1.9)
Emoticon: /lookout


Os moogles consideram essa árvore anciã como a progenitora de toda a flora presente nas Churning Mists. Eles acreditam que o Pai foi testemunha de uma era que precede o sanguinário conflito milenar entre homens e dragões.

054 – COLDWIND

Local: The Sea of Clouds – Coldwind  (X:6.4, Y:5.0, Z:1.5)
Emoticon: /lookout


Quando os Rose Knights chegaram pela primeira vez no Sea of Clouds e negociaram com os Zundu, eles perguntaram ao chefe da tribo como eles chamavam a pequena ilha que flutua a nordeste de Ok’Zundu, ao qual ele respondeu “pequena ilha embaixo cujo ventos gélidos de Coerthas sempre sopram.” Pelo bem da brevidade, os cavaleiros simplesmente abreviaram o nome para Coldwind (Vento Gélido).

055 – THE SHATTERED BACK

Local: The Sea of Clouds – The Gauntlet – The Shattered Back (X:26.7, Y:6.9, Z:2.2)
Emoticon: /lookout


Os fortes ventos sazonais do norte esculpiram os penhascos desta ilha flutuante e deram a ela sua forma única. Os cavaleiros de Ishgard a chamaram de Shattered Back (Costas Quebradas) devido a sua semelhança com os ossos curvos da costela de uma grande besta.

056 – PROVENANCE

Local: The Sea of Clouds – The Blue Window – Provenance (X:9.9, Y:28.7, Z:0.7)
Emoticon: /lookout


Quando Ser Marielle foi nomeada aos Rose Knights do Acampamento Cloudtop, de cima do convés de seu airship ela avistou esta ilha em formato de coração. Isso lembrou a cavaleira de um lugar de proveniência onde dois amantes começariam sua jornada juntos, e assim a ilha ganhou esse nome.

057 – THE SAGE’S CATARACT

Local: The Dravanian Hinterlands – The Answering Quarter  (X:12.2, Y:13.0, Z:1.1)
Emoticon: /lookout


Conforme o Rio Thaliak se estende ao norte em direção ao Orn Wild, ele transborda nesta grande cachoeira. No passado, os estudantes competiam para ver quem conseguia nadar mais perto da borda da catarata sem sucumbir à suas poderosas correntezas. Uma proibição de entrar nas águas foi eventualmente imposta devido aos inúmeros acidentes.

058 – THE PATH OF KNOWING

Local: The Dravanian Hinterlands – The Ruling Quarter – Path of Knowing (X:19.7, Y:38.1, Z:1.4)
Emoticon: /lookout


Esta ponte colossal já foi uma importante via para os pesquisadores, estudantes e curadores que se deslocavam da ou para a Grande Biblioteca de Gubal. Seus pilares de pedra sofreram um dano significante quando a Calamidade remodelou a terra, fazendo com que uma parte da travessia ruísse e desmoronasse.

059 – THE DAGGERS

Local: The Dravanian Hinterlands – The Makers’ Quarter – The Daggers (X:30.4, Y:31.1, Z:1.6)
Emoticon: /lookout


Uma área no interior onde grupos de pilares de pedra em formato de adagas saem da terra. Os estudiosos de Sharlayan vêm há muito tempo debatendo fervorosamente sobre se o nome do lugar é simples ou coloquial demais, mas um nome diferente nunca foi decidido, levando em conta que o número de propostas já se tornou maior que o número de pilares.

060 – CENTRIFUGAL CRYSTAL ENGINE

Local: Azys Lla – Alpha Quadrant – Centrifugal Crystal Engine (X:10.0, Y:14.8, Z:4.3)
Emoticon: /lookout


Este aparentemente incansável mecanismo fez uso do poder da Warring Triad aprisionada para transmutar a força vital dos experimentos quiméricos em cristais sintéticos. Tais cristais fabricados seriam então utilizados como combustível na cultivação das quimeras como parte da pesquisa da possibilidade de se obter poder infinito.

061 – BIOMASS INCUBATION COMPLEX

Local: Azys Lla – Beta Quadrant – Biomass Incubation Complex (X:35.5, Y:6.4, Z:5.5)
Emoticon: /lookout


Um centro de pesquisas dedicado a experimentos de uniões quiméricas. Sua construção se deu devido às “solicitações criativas” do Conselho de Pesquisa Allagan e outros institutos a ele associados, levando à cultivação de toda forma de protótipos vivos. O mutagenesis nas proximidades serve como um anexo ao complexo.

062 – THE CATHEDRAL

Local: Azys Lla – Gamma Quadrant – The Cathedral (X:25.9, Y:28.6, Z:6.0)
Emoticon: /lookout


Uma catedral projetada em um estilo Meracidiano distinto. Sua arquitetura sugere que lá era um local de adoração de uma tribo de seres que se assemelham a árvores que acreditavam ser “remanescentes” do Sephirot. Para pesquisar a conexão entre a fé e a invocação de primais, os Allagans moveram a antiga estrutura para Azys Lla, arrancando-a de sua localização original no continente meridional.